Poliamor. O que você pensa do poliamor?

junho 7, 2010 by · 15 Comments
Filed under: Relacionamento, Sexo 

Você já ouviu falar em poliamor? Como o nome mesmo sugere, é a diversidade no amor. Ou a capacidade de amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo. A literatura e o cinema já relataram vários casos de poliamor e acho que muita gente já passou pela experiência de se sentir atraída – muito atraída! – por mais de uma pessoa ao mesmo tempo.
Segundo uma psicanalista bem conceituada, Regina Navarro Lins, autora de muitos livros, o amor e o sexo estão entre as principais causas de sofrimento das pessoas, tirando a miséria e as doenças. Ela lembra que o ser humano gasta um tempo enorme de sua vida sofrendo por amor… É verdade.

Falo por mim: esse sofrimento já me pegou várias vezes. E já vi muitas pessoas ao meu redor também sofrer muito por amor.
Esta semana, próxima do Dia dos Namorados, eu que vivemos a alegria de um amor romântico – estou me referindo a quem está namorando, ficando ou perto disso – tive a oportunidade de ler duas entrevistas da psicanalista Regina falando do poliamor.

Ela acredita que o amor romântico está em declínio em nossa sociedade. Este tipo de amor, para ela, é um amor idealizado, “é um amor que você acredita que vai se completar na relação com outra pessoa, é um tipo de amor que prega a fusão entre os amantes, e que existe apenas no Ocidente”. Read more

Sexo e amor: será que é assim mesmo?

junho 2, 2010 by · 3 Comments
Filed under: Musicas românticas, Sexo 

Sexo e amor no Blog Falando de amorOutro dia, viajando de São Paulo para Minas, no Carnaval, fui ouvindo no carro a música Amor e Sexo, da Rita Leel. Adoro essa música, uma baladinha bem gostosa de ouvir. Mas desta vez me peguei pensando bastante na letra… fui e voltei várias vezes na música, buscando entender como a Rita Lee encara o sexo e o amor.. E em muitas das vezes eu concordei. Em outras, achei que ela é um pouco radical demais em definir sexo e amor.
Veja só: ela diz que o amor nos torna patéticos e que o sexo é uma selva de epiléticos. Achei bárbara as duas comparações! Pensando em epiléticos como pessoas que saem um pouco de órbita, talvez…
Ela também diz que amor é sorte e sexo é escolha. Fiquei na dúvida, será? Acho que sexo também tem tanto de sorte…  Adorei esta outra: amor é latifúndio e sexo é invasão! Também tem as clássicas amor é divino e sexo é animal e amor é cristão e sexo é pagão. Acho que não é bem assim, mas tudo bem, há uma certa licença poética na música. Também tem amor é bossa nova, sexo é carnaval. Essa é muito boa também!
O amor aparece sempre como algo mais tranquilo, enquanto que o sexo é mais enloquecedor. Será que é isso mesmo?
O que vocês pensam sobre sexo e amor, como definiriam cada um? Conhecem a música da Rita Lee? Aí vai a letra. Pra quem não conhece, vale ouvir. É bonita, gostosa de ouvir e cantar e nos faz pensar muito em sexo e amor e na forma como praticamos um e outro.
Fica a dica.

Amor e Sexo
Rita Lee

Composição: Rita Lee / Roberto de Carvalho / Arnaldo Jabor
Amor é um livro
Sexo é esporte
Sexo é escolha
Amor é sorte…
Amor é pensamento
Teorema
Amor é novela
Sexo é cinema..
Sexo é imaginação
Fantasia
Amor é prosa
Sexo é poesia…
O amor nos torna
Patéticos
Sexo é uma selva
De epiléticos…
Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval
Oh! Oh! Uh!
Amor é para sempre
Sexo também
Sexo é do bom
Amor é do bem…
Amor sem sexo
É amizade
Sexo sem amor
É vontade…
Amor é um
Sexo é dois
Sexo antes
Amor depois…
Sexo vem dos outros
E vai embora
Amor vem de nós
E demora…
Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval
Oh! Oh! Oh!
Amor é isso
Sexo é aquilo
E coisa e tal!
E tal e coisa!
Uh! Uh! Uh!
Ai o amor!
Hum! O sexo!

 

Motivos para se fazer sexo, bom sexo!

Rita Lee – Amor e Sexo

Oi mulheres divinas e homens dando malemolência, para todos aqueles que estão precisando de motivos para fazer sexo, se é que precisa né?! Leiam essas dicas que a equipe do Blog Falando de Amor do site de relacionamento be2, leu em revista da moda na sala de espera do dentista e ouçam a música de Rita Lee, Sexo e Amor, para vocês se inteirarem sobre o tema.

O sexo ajuda seu organismo e combater as alergias. Ele é anti-histamínico. Você está espirrando toda hora? Então pense bem quando foi sua ultima vez que… Tem dores de cabeça, aquela enxaqueca que não deixa você sair de casa? Liga para ele já, puxe ele para o seu lado, agarre o boi pelos Bs. O sexo dilata e alivia os vasos sanguíneos e é tranqüilizador e bom antes de adormecer. Os feromônios libertados deixam um perfume natural que atrai o sexo oposto. O sexo cura depressão leve, porque liberta endorfina que dá sensação de bem estar e é um dos melhores esportes…a essa não sei não! Seu corpo fica mais tonificado fazendo algo bem gostoso…concordo.  Se você está fim de perder gorduras e queimar calorias, sexo é bom. É bom para evitar problemas de pele, porque o suor produzido liberta os poros de sua pele que ficará bem mais saudável. E para as mulheres que estão lendo esse texto e quase desistindo, sexo faz vocês produzir estrogênio que torna seu cabelo mais brilhante e pele mais lisa! Tem creme mais milagroso que esse?

E vocês conhecem mais beneficios e motivos pra fazer sexo, enviem por favor para nós adicionarmos. Digam quais vai!

Teste de Personalidade Grátis – veja que tipo de pessoa combina melhor com você, aqui…

Leia mais textos do blogue…

Sexo e amor: será que é assim mesmo?

fevereiro 25, 2010 by · 2 Comments
Filed under: Musicas românticas, Relacionamento 

Outro dia, viajando de São Paulo para Minas, no Carnaval, fui ouvindo no carro a música Amor e Sexo, da Rita Leel. Adoro essa música, uma baladinha bem gostosa de ouvir. Mas desta vez me peguei pensando bastante na letra… fui e voltei várias vezes na música, buscando entender como a Rita Lee encara o sexo e o amor.. E em muitas das vezes eu concordei. Em outras, achei que ela é um pouco radical demais em definir sexo e amor.
Veja só: ela diz que o amor nos torna patéticos e que o sexo é uma selva de epliléticos. Achei bárbara as duas comparações! Pensando em epiléticos como pessoas que saem um pouco de órbita, talvez…
Ela também diz que amor é sorte e sexo é escolha. Fiquei na dúvida, será? Acho que sexo também tem tanto de sorte…  Adorei esta outra: amor é latifúndio e sexo é invasão! Também tem as clássicas amor é divino e sexo é animal e amor é cristão e sexo é pagão. Acho que não é bem assim, mas tudo bem, há uma certa licença poética na música. Também tem amor é bossa nova, sexo é carnaval. Essa é muito boa também!
O amor aparece sempre como algo mais tranquilo, enquanto que o sexo é mais enloquecedor. Será que é isso mesmo?
O que vocês pensam sobre sexo e amor, como definiriam cada um? Conhecem a música da Rita Lee? Aí vai a letra. Pra quem não conhece, vale ouvir. É bonita, gostosa de ouvir e cantar e nos faz pensar muito em sexo e amor e na forma como praticamos um e outro.
Fica a dica.

Amor e Sexo
Rita Lee
Composição: Rita Lee / Roberto de Carvalho / Arnaldo Jabor
Amor é um livro
Sexo é esporte
Sexo é escolha
Amor é sorte…
Amor é pensamento
Teorema
Amor é novela
Sexo é cinema..
Sexo é imaginação
Fantasia
Amor é prosa
Sexo é poesia…
O amor nos torna
Patéticos
Sexo é uma selva
De epiléticos…
Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval
Oh! Oh! Uh!
Amor é para sempre
Sexo também
Sexo é do bom
Amor é do bem…
Amor sem sexo
É amizade
Sexo sem amor
É vontade…
Amor é um
Sexo é dois
Sexo antes
Amor depois…
Sexo vem dos outros
E vai embora
Amor vem de nós
E demora…
Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval
Oh! Oh! Oh!
Amor é isso
Sexo é aquilo
E coisa e tal!
E tal e coisa!
Uh! Uh! Uh!
Ai o amor!
Hum! O sexo!

Teste de Personalidade Grátis – veja que tipo de pessoa combina melhor com você, aqui…

Leia mais textos do blogue…

Amor-cabeça

fevereiro 8, 2010 by · 2 Comments
Filed under: Psicologia 

amor, namoro, paixaoNão vou falar aqui daquele tipo de amor intelectualizado, entre pessoas muito “cabeça”, que mais falam do que qualquer outra coisa… vou falar de uma coisa que li outro dia pesquisando na internet. Vejam que interessante… A gente tende a achar que o amor, a paixão, é algo incontrolável, quem vem do coração, ou não sei de onde, algo que não pode ser estudado pela ciência.
Bem, talvez muitos se decepcionem com o que eu vou escrever, ou não liguem, ou fiquem surpresos. Outros podem não acreditar muito. De qualquer forma, li que o nosso cérebro é quem comanda nossas emoções e sentimentos. Nada de coração apaixonado, hein, agora vamos usar um cérebro pra simbolizar a célebre frase: “Eu amo você”, será? Um cérebro no lugar do coração na palavra “amo”? Seria engraçado!
Mas a verdade é que ver o nosso amado ou amada, sentir o cheiro do seu corpo, encostar em seu cabelo, beijá-lo ou escutar a “nossa” música são experiências positivas que ficam marcadas em nosso cérebro como coisas boas. Essas sensações ativam numa determinada região do cérebro (o sistema límbico) sentimentos e emoções que são muito prazerosas.Encontre no be2 solteiros que completam você!
“O bem-estar da proximidade do objeto do amor ou da paixão vem pela ativação de um circuito cerebral, o dopaminérgico, chamado também de circuito do prazer ou de recompensa”, diz o psiquiatra e professor do Departamento de Farmacologia da UFMG, Marco Aurélio Romano-Silva. Segundo o especialista, é o mesmo sistema que está ligado à dependência de drogas e a satisfação que o dependente tem ao usá-las. “O sexo também ativa este circuito”, explica Romano-Silva.
Deu para entender? O psiquiatra afirma que um neurotransmissor chamado dopamina é a principal substância deste circuito. Ele é o responsável pela sensação de prazer quando liberado no cérebro, com especial abundância no sistema límbico. Claro que há muitas estruturas do nosso corpo envolvidas na manifestação das emoções, mas esta, no cérebro, justamente, é a principal.
O que chama atenção nesta pesquisa é que o cérebro sempre foi considerado um órgão que a gente usa para questões muito racionais, que exigem raciocínio lógico… E parece que não é bem assim. Eu acho essa notícia boa, porque, em minha opinião, dá um ar mais sério a esse sentimento tão nobre que é o amor.
Ou seja: quem não leva o amor tão a sério, agora pode começar a levar. Amar rende muito papo-cabeça…

Teste de Personalidade Grátis – veja que tipo de pessoa combina melhor com você, aqui…

Amor duradouro no site de namoro be2

Leia mais textos do blogue…

« Página anteriorPróxima Página »