be2 leva você ao amor da sua vida
Registre-se agora GRÁTIS

Blog

Teus sinais me confundem Da cabeça aos pés Mas por dentro Eu te devoro, Teu olhar, não me diz exato Quem tu és Mesmo assim Eu te devoro... Te devoraria a qualquer preço, Porque te ignoro, Te conheço, Quando chove ou Quando faz frio, Noutro plano Te devoraria tal qual Caetano A Leonardo DiCaprio... É um milagre, tudo que Deus criou Pensando em você, Fez a via-láctea Fez os Dinossauros, Sem pensar em nada Fez a minha vida E te deu, Sem contar os dias Que me faz morrer, Sem saber de ti Jogado à Solidão, Mas se quer saber Se eu quero outra v
A pesquisa no Journal of Consumer Research, publicada em 2013, mostrou que as pessaos preferem determinadas músicas baseadas nas suas experiências recentes. Por exemplo, após uma discussão algumas pessoas tem vontade de ouvir música mais agressiva, e pelo contrário as pessoas que sofreram uma desilusão amorosa tem prefereência por músicas tristes. Algumas músicas nos marcaram em determinados períodos da nossa vida e se tornaram inesquecíveis. Algumas músicas nos lembram momentos da separação, ou de reconciliação, outras músicas fazem nos chorar sempre que ouvimos no rádio.
O jornal Huffingtonpost tem um artigo interessante para os nosso leitores. Começa assim: "Será que tenho comida nos meus dentes? Será que esse cara presta atenção no que estou falando? Será que essa mulher gosta de mim?" São tantas as perguntas no primeiro encontro amoroso! O blog do be2 tem algumas dicas do que você deve evitar em um encontro no restaurante, e para aumentar as suas chances: - Coma o que você tem vontade. Não deixe de comer para que seu parceiro não pense que você não gosta da comida, mas evite devorar, e fazer sons estranhos. Coma pausadamente. - não fique checando seu smatphone: coloque em sua bolsa e deixe. Invista o seu tempo no momento presente e dedique a atenção necessária. A exeção claro, é se forem seus filhos ao telefone. - Não precisa de pagar o jantar: esta dica é para as mulheres. Alguns homens preferem pagar para se sentirem no controle.
Quanta tristeza Há nesta vida Só incerteza Só despedida Amar é triste O que é que existe? O amor Ama, canta Sofre tanta Tanta saudade Do seu carinho Quanta saudade Amar sozinho Ai de quem ama Vive dizendo Adeus, adeus
A pesquisa no Journal of Consumer Research, publicado em 2013, mostrou que as pessaos preferem determinadas músicas baseadas nas suas experiencias recentes. Por exemplo, após uma discussao algumas pessoas tem vontade de ouvir música mais agressiva, e pelo contrário as pessoas que sofreram uma desilusao amorosa tem preferencia por músicas tristes. Algumas músicas nos marcaram em determinados periodos da nossa vida e se tornaram inesquecíveis. Algumas músicas nos lembram momentos da separação, ou de reconciliação, outras músicas fazem nos chorar sempre que ouvimos no rádio. De fato alguns terapistas defendem exatamente isto, que determinadas músicas nos dão a sensação de conecção com a nossa experiência vivida, expressam exatamente os nossos sentimentos e podem nos ajudar a ultrapassar os momentos mais dificeis.
Beatriz Chico Buarque Olha Será que ela é moça Será que ela é triste Será que é o contrário Será que é pintura O rosto da atriz Se ela dança no sétimo céu Se ela acredita que é outro país E se ela só decora o seu papel E se eu pudesse entrar na sua vida Olha Será que ela é de louça Será que é de éter Será que é loucura Será que é cenário A casa da atriz Se ela mora num arranha-céu E se as paredes são feitas de giz E se ela chora num quarto de hotel E se eu pudes
O que há dentro do meu coração Eu tenho guardado pra te dar E todas as horas que o tempo Tem pra me conceder São tuas até morrer E a tua história, eu não sei Mas me diga só o que for bom Um amor tão puro que ainda nem sabe A força que tem é teu e de mais ninguém Te adoro em tudo, tudo, tudo Quero mais que tudo, tudo, tudo Te amar sem limites Viver uma grande história
A massagem tântrica está criando cada vez mais adeptos.
Coração Radiante de Clarice Falcão O que eu mais quero é te dar um beijo E o seu corpo acariciar Você bem sabe que eu te desejo Tá escrito no meu olhar O seu sorriso é um paraíso Onde contigo eu queria estar Ai quem me dera se eu fosse o céu Você seria o meu luar Eu te quero só pra mim Como as ondas são no mar Não da pra viver assim Querer sem poder te tocar Eu te quero só pra mim Como as ondas são no mar Não da pra viver assim Querer sem poder te tocar
Já é conhecida a teoria que a “chama da paixão” dura somente 2 anos, certo? Um artigo do New York Times, "Manter a chama do amor dá trabalho",  nos dá algumas pistas e teorias psicológicas sobre a duração da “chama do amor”e do sentimento de “bem-estar” numa relação. Os estudos de Richard E. Lucas e seus colegas da Universidade de Michigan sustentam de novo esta teoria, afirmando que após este período curto de” afetação”, paixão, as pessoas voltam aos seus niveis anteriores de felicidade ou infelicidade. O livro da professora de psicologia Dr. Lyubomirsky, “Os mitos da Felicidade” descreve algumas acções e palavras que podem fazer maravilhas para manter“a chama do amor acesa”. Segundo a autora nós temos tendência de nos habituarmos ao que nos faz sentir bem, e que esse hábito, pode ser fatal nos relacionamentos.

Pages